Michael Jackson é conhecido em todo o mundo por sua incrível música e seus movimentos de dança únicos. Ele é inegavelmente um dos artistas mais influentes de todos os tempos. O que muitos não sabem é que Michael Jackson tinha um esporte favorito que o acompanhava durante toda a vida e o ajudou a moldar seu talento. Esse esporte é o basquete.

Desde jovem, Michael Jackson adorava jogar basquete. Ele costumava praticar em sua casa ou com amigos em lugares públicos. Há relatos de que ele até mesmo construiu uma quadra de basquete no quintal de sua casa. Quando perguntado sobre sua paixão pelo esporte, Michael costumava dizer que o basquete era sua válvula de escape durante os momentos difíceis. Ele afirmava que jogar ajudava a clarear sua mente e fazê-lo sentir-se revitalizado.

Não é surpresa que Michael Jackson incorporasse o basquete em algumas de suas apresentações. Em seu vídeo musical 'Jam', ele aparece jogando basquete com Michael Jordan. Em outras apresentações ao vivo, ele seria frequentemente visto vestindo roupas de basquete e fazendo referências ao esporte em suas letras. Esse amor pelo basquete se estendeu até mesmo para o mundo do cinema quando ele estrelou no filme 'Moonwalker', onde uma de suas histórias envolve um torneio de basquete.

A paixão de Michael Jackson pelo esporte não foi apenas um passatempo; ele também foi um jogador muito talentoso. Ele tinha um impressionante conjunto de habilidades, tanto no drible como no acerto de cestas. Muitos daqueles que jogavam com ele ficavam impressionados com sua habilidade no basquete. Magic Johnson, lendário jogador da NBA, foi um dos muitos jogadores com quem Michael jogou e o elogiou como um jogador incrível.

É interessante notar que os movimentos de dança icônicos de Michael Jackson foram influenciados por sua habilidade no basquete. Seus movimentos fluidos podem ser vistos como uma extensão de sua habilidade de driblar a bola. Ele também usou o basquete como inspiração para algumas de suas letras. Em sua música 'Jam', ele canta driblei o mundo inteiro, mas não posso driblar sem rumo. Essa linha mostra como ele usou sua habilidade no basquete como uma metáfora para sua vida.

Como se vê, o amor de Michael Jackson pelo basquete foi mais do que apenas um passatempo. Ele incorporou o esporte em sua arte e usou suas habilidades para influenciar sua música e dança. O basquete foi uma parte integral de sua vida e sua habilidade no esporte ajudou a torná-lo ainda mais lendário. Às vezes, é fácil esquecer que os artistas que admiramos têm vidas e paixões fora de seus ofícios. No caso de Michael Jackson, seu amor pelo basquete acrescentou mais uma camada de complexidade a uma estrela já lendária.